domingo, 14 de março de 2010

1, 2, 3... Foram três pneus furados na estrada.

Pois é, estréia da bike nova na estrada, e simplesmente 3 furos de pneu detonaram o treino.
Cheguei cedo lá no Rancho da Pamonha, na Bandeirantes, com uma novidade. A Bandeirantes estava interditada para carros E bicicletas, por conta de um acidente. Todo o trânsito estava desviado para o Rodoanel/Anhanguera, exatamente o caminho que faríamos.
Saímos bem, pelo acostamento, muito trânsito no pedágio de saída do Rodoanel, e começou o pedal. Uns 15km para frente, meu pneu furou...
Esperei o carro de apoio da Race, entrei, e já estava lotado, tive que esperar 2 pessoas saírem para conseguir espaço e trocar meu pneu. Tive dificuldades para trocar o pneu, mas logo o Zé também entrou no carro (mais pneu furado...) e me ajudou. Porém, ao começar a encher, vi que fiz besteira e deixei o pneu "morder" a câmara. Resultado, estourou de novo.
Fiquei mais um tempo no carro da Race, até trocar de novo o pneu (o Alan me ajudou também). Fui voltar para a pista logo depois da Serra dos Cristais, ou seja, perdi todo o treino de subida da serra. O grupo estava um pouco na frente, ao invés de buscar, resolvi ir para o clipe e pedalar forte com a cara no vento. Fui assim até o trevo da entrada da estrada de Jundiaí, ali cortei um pequeno caminho, esperei o grupo me alcançar, e fui com todo mundo.
Vim mais forte do que de costume naquele trecho, porque estava descansado. Passamos Jundiaí, voltamos para a Anhanguera, e passei a pedalar sozinho de novo, mantendo uns 32km/h nas retas, e socando a bota nas descidas (+ de 60km/h) e pegando um ritmo firme nas subidas.
No final, já em frente ao Rancho da Pamonha, o mesmo pneu de trás furou de novo! Nem tinha mais câmara para trocar, e cheguei andando ao estacionamento. Na segunda parte, foram 50km, em 1h30min, ritmo bem forte considerando que passa pelo meio de Jundiaí (bem lento, paramos em todos os semáforos) e tem as 3 subidas finais da Bandeirantes.
O grupo era grande, tinha umas 60 pessoas, e posso dizer tranquilamente que pelo menos uns 30 pneus furaram, fora uma queda do Italiano (pneu furou na frente de um buraco, ele se ralou bastante), e uma quebra de corrente. Os carros de apoio (eram 3) ficaram lotados.
Queria fazer um treino de endurance, e acabou sendo um treino frustrante, mais simples. Pelo menos pedalei, e aproveitei para ir forte onde deu. Por esse lado fui bem. Estou um pouco resfriado, não dormi muito, então tenho esperança de conseguir, na semana que vem, fazer um treino mais longo de bike. Evidentemente, nessa semana, vou trocar os 2 pneus, comprar o que tiver de melhor (=mais seguro, dane-se a performance) para, finalmente, conseguir treinar longamente na bike.
Por sinal, a bike se comportou muito bem na estrada, perfeita!